25/02/2024
recem-nascido-sus

Como qual idade o recém nascido pode fazer o cartão SUS?

Os recém-nascidos podem fazer o cartão SUS (Sistema Único de Saúde) logo após o nascimento. É importante que os pais ou responsáveis pelo bebê levem a certidão de nascimento e a carteira de vacinação para o posto de saúde mais próximo para realizar o cadastro.

Quais são os documentos necessários?

Os documentos necessários para cadastrar um recém-nascido no Sistema Único de Saúde (SUS) incluem:

  • Certidão de nascimento do bebê;
  • Carteira de vacinação;
  • Documento de identificação dos pais ou responsáveis (RG, CPF, etc.);
  • Comprovante de residência.

É importante lembrar que esses documentos podem variar de acordo com cada município, então é recomendável verificar junto ao posto de saúde mais próximo qual é a documentação exigida na sua região.

recem-nascido-sus
recem-nascido-sus

Quais consultas, serviços e vacinas é possível ter acesso?

Com o cartão SUS, os recém-nascidos e seus responsáveis têm acesso a diversos serviços de saúde, como:

  • Consultas com pediatra e outros médicos especialistas;
  • Exames de laboratório e de imagem;
  • Vacinação;
  • Atendimento de emergência;
  • Cirurgias e outros procedimentos médicos;
  • Acompanhamento pré-natal e assistência ao parto;
  • Cuidados com a saúde mental.

Além disso, o SUS também oferece programas de prevenção e promoção de saúde, como o Programa de Saúde da Família (PSF), que tem como objetivo garantir a assistência integral às famílias, incluindo acompanhamento a gestantes, crianças, adolescentes, adultos e idosos.

É importante lembrar que, como o SUS é um sistema público, alguns serviços podem ter filas de espera e a disponibilidade de profissionais e equipamentos pode variar de acordo com a região.

Quais as vacinas o recém nascido deve fazer?

Os recém-nascidos devem fazer uma série de vacinas para se protegerem contra doenças graves. O calendário vacinal para recém-nascidos é estabelecido pelo Ministério da Saúde e é composto por vacinas obrigatórias e recomendadas. Algumas das vacinas que os recém-nascidos devem tomar são:

  • BCG (tuberculose);
  • Hepatite B;
  • Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenzae tipo b e hepatite B);
  • Pneumocócica conjugada;
  • Rotavírus;
  • Meningocócica C conjugada;

É importante lembrar que, além das vacinas obrigatórias, existem outras vacinas recomendadas para os recém-nascidos, como a vacina contra o sarampo, a caxumba e a rubéola. O médico pediatra ou o posto de saúde pode orientar sobre as vacinas recomendadas para cada região e a necessidade de cada criança.

O recém nascido tem acesso a vacina do covid pelo SUS

Atualmente, não há vacina COVID-19 específica para recém-nascidos. O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) têm seguido as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para a distribuição das vacinas COVID-19, que não incluem essa faixa etária de recém-nascidos.

A vacinação de recém-nascidos é uma área complexa e requer uma avaliação cuidadosa dos benefícios e riscos. Enquanto não houver evidências suficientes sobre a segurança e eficácia da vacina COVID-19 em recém-nascidos, é recomendado que essa faixa etária seja protegida através da vacinação dos indivíduos ao seu redor.

É importante lembrar que o acesso à vacina COVID-19 está em constante evolução e as recomendações podem mudar à medida que novos dados estiverem disponíveis. É importante seguir as orientações das autoridades de saúde para garantir a segurança e saúde do recém-nascido e de toda a família.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *